O samba das cadeiras

 

O troca-troca de técnicos do futebol carioca está mais pra samba do crioulo doido do que pra dança das cadeiras. Vejamos:

Botafogo
O título estadual ensaia o tom que Joel Santana quer dar ao time. O treinador chegou depois do baile onde Estevam Soares dançou, já esteve com um pé fora do clube e, agora, precisa de novos integrantes para acertar o compasso de vez.

Flamengo
Mesmo com a folia que imperava na Gávea, Andrade conseguiu levar o título brasileiro de 2009. Mas todo carnaval tem seu fim. Agora, o clube vive um clima de ressaca a espera do novo técnico.

Fluminense
Depois da paradinha para a saída do Cuca, o tricolor começa reaquecer a bateria. Mas como o Muricy chegou no meio do desfile, vai ter que correr atrás do tempo perdido para não desandar na avenida.

Vasco
Em São Januário o samba anda meio atravessado. Dorival saiu e deixou o time fora de tom. Macini não conseguiu recuperar o compasso e o Gaúcho também não se mostra um bom mestre de bateria.