Fechou com… chave de lata!

Especial Copa 2010 – Primeira rodada (grupo H)

Depois da Alemanha, a Espanha era a última esperança de ver outra favorita estrear em grande estilo. Mas foi o Chile quem cumpriu esse papel porque o que a Fúria fez foi – de novo! – um papelão.

Diferentemente do que se tem visto neste mundial, “El Loco” Bielsa optou por uma formação ofensiva para a seleção chilena. E o esquema funcionou: tendo sempre muitos jogadores no ataque, o Chile fez o gol que garantiu a primeira colocação do grupo. Mas essa formação deixou espaços que podem comprometer a defesa contra adversários melhores .

Na primeira fase, a Espanha seria esse adversário. E parece que a Fúria só vai se criar contra uma seleção que joga aberta. Contra a Suíça, lembrou a estreia do Brasil: todo mundo preso na marcação, tocando bola, sem conseguir furar a retranca. Iniesta desperdiçou ótima chance tentando encobrir o goleiro e os espanhóis foram punidos pela falta de criatividade na criação de jogadas de ataque.

Não imagino a Espanha fora das oitavas, mas acho que chegou com mais pompa do que futebol.

Anúncios