Torcida tem que torcer

Segundo o dicionário Aurélio, torcedor é um “partidário de um atleta ou de uma equipe, por quem torce nas competições esportivas”.

Todos nós sabemos que é muito mais do que isso. Eu diria que ser torcedor é se doar de corpo e alma pela paixão ao clube, na alegria ou na tristeza. Mas, no fim das contas, isso se traduz em uma só atitude: torcer.

É claro que também é nosso o papel de cobrar o time e o clube quando a coisa não vai bem. Só que isso precisa ser feito de forma organizada e respeitosa. Não vejo propósito em “reunião” de torcida com jogadores no meio do treino, em pé na grade e com diálogo cheio de xingamentos.

Nós, torcedores, temos outros meios de mostrar nossa indignação. Afinal, uma coisa é protestar, outra é se revoltar. Não ir ao estádio ou não comprar camisa é protesto. Ofender jogador é revolta – que, em alguns casos, vira baderna.

Deixo aqui uma proposta para as torcidas femininas, quando quiserem colocar sua insatisfação: que tal propor reuniões com as diretorias ou fazer um protesto criativo e civilizado? Nós, mulheres, temos sensibilidade para isso, né!?! #ficaadica

Advertisements