Bate-bola

Birra de criança
Que bobagem essa disputa de egos entre Corinthians e São Paulo. A diretoria corinthiana corre para acertar o contrato com Adriano e poder apresentá-lo no mesmo dia em que o tricolor anuncia oficialmente Luis Fabiano. Alguém sai ganhando com isso? Em tempo: mesmo com o Imperador pegando a ponte aérea, acho que a torcida do Flamengo ainda pode ter esperanças de vê-lo na Gávea este ano, se ele quiser.

Trem bala da Colina
Belíssima atuação do Vasco ou apagão no Botafogo? O alvinegro não estava no seu melhor dia, mas não se pode duvidar que Diego Souza deu novo ânimo à equipe cruzmaltina. Mas ele admitiu a falta de ritmo, o que é um alerta para a torcida de que pode ter altos e baixos até encontrar a forma ideal. O mesmo pode acontecer com Alecsandro. O clássico contra o Fluminense será decisivo para embalar ou frear o trem bala.

Dança das cadeiras 1
Arriscada a manobra do Fluminense de colocar um auxiliar (como é mesmo o nome dele?) para comandar o time até a chegada de Abel Braga. No primeiro jogo, Deco garantiu o alívio do interino. Mas os próximos desafios não são nada fáceis: clássico pelo Carioca e dois jogos fora pela Libertadores. Será que aguenta? Acho que a torcida tricolor vai precisar ter a mesma paciência dos torcedores santistas, que convivem com a irregularidade do time enquanto aguardam Muricy. Já o Botafogo, foi rápido no gatilho. Achei Caio Jr. boa opção pro alvinegro.

Dança das cadeiras 2
Um ponto comum me chamou atenção na saída de Joel e Muricy: parece que os técnicos finalmente aprenderam a antever crises. Injustamente vaiado pela torcida e criticado pelo ídolo do clube, Joel deixou o time antes que isso acontecesse pelo movimento inverso. A saída de Muricy foi um pouco mais controversa, mas a má fase do time na Libertadores e o argumento sobre a estrutura do clube formaram um cenário ideal para ele deixar as Laranjeiras “com razão” – apesar de eu concordar com quem acredita que o motivo da saída não foram os ratos e sim um ganso.

Advertisements