Peixe fora d’água

Não poderia deixar de comentar o calendário das Sereias da Vila… apesar de eu ter relutado bastante em dar mais mídia para isso!

Acho bacana e importante valorizar a feminilidade das jogadoras, até como forma de rebater o mais constante preconceito com o futebol feminino: o de que as atletas são masculinizadas. Mas acho que o caminho escolhido pelo Santos não vai nessa direção.

Fotografar as jogadoras semi-nuas e colocá-las de biquínis numa passarela até pode, em alguma medida, ir contra essa mentalidade preconceituosa. No entanto, recupera um estigma de mulher-objeto do qual a classe feminina tanto luta para se desfazer.

Há outras formas de valorizar as atletas, como mulher e como jogadoras. Por exemplo, produzir uma linha exclusiva de uniformes com modelos femininos e colocar as meninas para estreia-los num desfile, seguido de jogo amistoso.

Afinal, é preciso lembrar que por mais belas que sejam, as Sereias da Vila são jogadoras e não modelos. E devem ser valorizadas pelo talento daquilo que fazem como profissão.