Tagged: seleção brasileira feminina Toggle Comment Threads | Atalhos de teclado

  • Menina da arquibancada 11:41 on 14/04/2012 Permalink | Responder
    Tags: , , , kleiton lima, londres 2012, , patrícia amorim, seleção brasileira feminina,   

    Patrícia Amorim convidada para chefiar delegação de futebol feminino em Londres 2012 

    Apesar de a atividade no blog estar escassa, continuo de olho no que rola no mundo do futebol feminino… e continuo preocupada com os rumos da modalidade. Não apenas pelas três derrotas da seleção no torneio amistoso disputado entre Brasil, Canadá, Estados Unidos e Japão, mas por iniciativas como o convite à presidente do Flamengo para chefiar a delegação nas Olimpíadas de Londres.

    Nada contra a Patrícia Amorim, pessoalmente, mas sim ao que ela representa para o futebol feminino. Na única tentativa de iniciar a modalidade em seu clube, a presidente rubro-negra pagou um mico daqueles… Em 2011, ela contratou o ex-treinador do Santos Kleiton Lima e um elenco com 20 jogadoras, algumas com passagem pela seleção brasileira. Anunciado com destaque pela mídia esportiva, o ambicioso projeto seria bancado por um patrocinador (não divulgado) e tinha como meta trazer a rainha Marta para jogar no Brasil.

    O que quase ninguém soube é que o futebol feminino do Flamengo começou e acabou naquela entrevista coletiva. Após este evento, o elenco treinou em um CT no interior de São Paulo, mas nunca vestiu oficialmente a camisa rubro-negra. No único torneio que disputaram, treinador e jogadoras tiveram que atuar pelo Bangu porque o Flamengo não enviou representante às reuniões na FERJ e ficou de fora do Campeonato Carioca. Na época, a justificativa dada pelo presidente do Conselho Fiscal rubro-negro, Leonardo Ribeiro, foi de que “a presidente estava com muito trabalho e a situação ficou sem definição”.

    Em seguida, o clube divulgou que o objetivo era conquistar a Copa do Brasil Feminina para disputar a Libertadores com Marta no elenco. Mas, meses depois, o Flamengo anunciou o fim de um time de futebol feminino que nunca existiu na prática. E é a responsável por essa bagunça que a CBF quer colocar à frente da deleção de futebol feminino em Londres.

    Prefiro acreditar que o novo presidente José Maria Marin não conhecia este histórico de Patrícia Amorim e fez o convite por ela ser a única mulher à frente de um clube de futebol no Brasil. De qualquer forma, isso é só um retrato do descaso com que é tratado o futebol feminino na CBF. É uma modalidade que existe exclusivamente por exigência da FIFA, sem qualquer planejamento ou investimento. Lamentável.

    Anúncios
     
    • Liliane Brum Ribeiro 10:43 on 02/04/2014 Permalink | Responder

      Por que pararam os posts? Gostaria de saber quem é o contato, pois estamos organizando um evento sobre futebol feminino no Rio de Janeiro durante a copa do mundo e nos interessa falar com vocês.

  • Menina da arquibancada 22:57 on 15/10/2011 Permalink | Responder
    Tags: , , pan-americano 2011, seleção brasileira feminina   

    Pan 2011: seleção feminina em busca do tri 

    Nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007), a seleção brasileira de futebol feminino levou o bicampeonato e a craque Marta marcou seus pés na calçada da fama do Maracanã. Momento histórico para a modalidade no Brasil.

    Quatro anos depois, sem a melhor do mundo no grupo, outras jogadoras tentam marcar seus nomes na seleção. O grupo que busca o tri em Guadalajara conta com jogadoras jovens, como Bia (meio-campo) e Thaís (atacante), ambas com apenas 18 anos. Destaque no clube brasileiro Centro Olímpico (SP), a atacante Débinha lamenta a falta de Marta, mas acredita que a ausência da craque abre espaço para os novos talentos.

    Com novas caras, Brasil vai em busca do tri de futebol feminino no Pan

    O futebol feminino do Brasil chega ao Pan 2011 com sete alterações em relação ao grupo que disputou o Mundial da Alemanha, este ano. Entre as novidades, a volta de Maicon e Tânia Maranhão que, juntamente com Formiga e Grazi, formam o quarteto que coleciona medalhas dos títulos brasileiros em Pan-Americanos (Santo Domingo 2003 e Rio 2007). Entre veteranas e novatas, rostos conhecidos como a goleira Andrea e a zagueira Renata Costa completam a lista de convocadas.

    Antes da partida para o México, Tânia Manhão e Grazi emocionaram as companheiras ao lembrarem do bicampeonato, durante uma palestra do COB realizada na Granja Comary (RJ) onde o grupo ficou concentrado desde 26 de setembro. Apesar dos 36 anos, a zagueira maranhese foi capitã da seleção brasileira campeã dos Jogos Mundiais Militares, em julho, no Rio de Janeiro, destacando-se por organizar o sistema defensivo do time.

    A seleção brasileira de futebol feminino estreia no Pan-Americano de Guadalajara dia 18 de outubro, contra a Argentina, às 20h (de Brasília). O segundo compromisso será dia 20, contra a Costa Rica, e na sequência, o Canadá, dia 22. Se ficar entre os dois primeiros do grupo, o Brasil se classifica para a semifinal. O técnico Kleiton Lima admitiu que a missão das brasileiras no México será complicada. Ao analisar as equipes participantes, apontou favoritos e afirmou que as argentinas devem ser o menor problema. Leia mais

     

    Considerando a falta de Marta, Cristiane e Maurine, acho que o treinador conseguiu um grupo competitivo – especialmente considerando que no Pan alguns países não inscrevem as seleções principais. A tarefa é difícil sim, mas a motivação das novatas, inspiradas pelas veteranas, pode ser o diferencial do Brasil. E você, acredita que as novas caras do futebol feminino podem conseguir um bom resultado no Pan-Americano 2011?

     
    • Leonardo Allevato 15:53 on 16/10/2011 Permalink | Responder

      O futebol feminino é uma das modalidades que mais se destaca e cresce no cenário esportivo brasileiro! Certeza de medalha no Pan!

  • Menina da arquibancada 17:39 on 05/07/2011 Permalink | Responder
    Tags: copa américa, , , , seleção brasileira feminina,   

    Marta x Robinho, Neymar, Daniel Alves… 

    Diz muito esta charge publicada hoje no Jornal O Globo, do Rio de Janeiro. A ironia do título “Sem palavras” foi uma grande sacada de Chico Caruso.

    É verdade que a nossa seleção feminina não tem feito grandes partidas na Copa do Mundo, mas tem conseguido resultados melhores do que a seleção masculina na Copa América.

    Esta semana, os dois times entrarão em campo novamente: as meninas, quarta-feira, às 13h; os rapazes, no sábado, às 16h. Quem vocês acham que vai se sair melhor?

     
    • André 11:20 on 09/07/2011 Permalink | Responder

      Parece que a cada ano que passa esse título da seleção feminina no mundial é ainda mais importante para o futebol feminino. Não quero dizer que “elas” tenham que provar alguma coisa a quem quer que seja, mas é que dessa vez nem o mérito das jogadoras em relação aos jogadores não é tão prestigiado pelo país. Lembrando que ano que vem tem olympiada também!

  • Menina da arquibancada 21:34 on 15/06/2011 Permalink | Responder
    Tags: , , , , seleção brasileira feminina,   

    Brasil x Argentina nem sempre é clássico 

    A nuvem do vulcão chileno Puyehue-Cordón Caulle impediu a realização do jogo entre as seleções femininas de Brasil e Argentina. O clássico seria realizado nesta quinta-feira, 16/6, em Pernambuco. Mas este jogo seria realmente um clássico?

    Muitos diriam que uma disputa entre brasileiros e argentinos é clássico até em cuspe à distância. Eu discordo. Quando se trata de futebol feminino, Brasil e Argentina estão em patamares absolutamente diferentes. Vamos aos dados…

    A Argentina, 33ª colocada no ranking da FIFA, conquistou apenas um título em toda sua história (Copa América 2006) e não chegou perto de se classificar para o Mundial da Alemanha. As hermanas, aliás, participaram de somente duas das sete edições da Copa do Mundo Feminina – e em ambas foram eliminadas na primeira fase sem marcar pontos.

    Fora o fato de contar com a melhor jogadora de todos os tempos, a seleção brasileira ainda carrega uma bagagem respeitável de títulos (por exemplo, TODAS as demais Copa América!). Não à toa, o Brasil é terceiro colocado no ranking da FIFA e um dos favoritos ao título mundial que começa no próximo dia 26. Estivemos em cinco Copas do Mundo, duas delas chegando à final – assim como em duas decisões olímpicas.

    Portanto, você que tem ingresso para ir ao Arruda, aproveite. Afinal terá a oportunidade de ver, ao mesmo tempo: 1) a Marta;  2) uma das melhores seleções femininas do mundo; e 3) promessas do nosso futebol feminino que atuarão pela seleção de Pernambuco, adversária do Brasil no lugar da Argentina.

    Entenda que a CBF deu à nossa seleção feminina uma das piores estruturas pré-Copa do Mundo de que se tem conhecimento. Este Brasil x Argentina foi uma manobra para atrair público e mídia, numa tentativa de mascarar que as meninas estão indo para o Mundial com mais raça e talento do que preparo. Para mim, foi uma doce ironia este pseudo-clássico não acontecer. Pelo menos, todas a jogadoras em campo serão brasileiras e o nosso futebol feminino terá raros 90 minutos de visibilidade rede nacional de TV aberta, no horário nobre. O jogo entre Brasil e Seleção de Pernambuco será transmitido pela Band, a partir das 21h45.

     
    • André 19:24 on 16/06/2011 Permalink | Responder

      Oi Mariellen

      Curiosamente na última copa, a Argentina pegou de cara a Alemanha, que foi impiedosa com a seleção latina. Lembra? Foi 11 a zer0! Imagina se as germânicas pegarem a Colômbia!
      Eu gostaria de ver um jogo contra as argentinas (quem sabe não teria uma argentina bonita, mas boa de bola? rsrsrs – vc deve estar pensando: esse André!)
      Uma seleção que eu gostaria muito de ver o Brasil jogar é com Portugal. Brasileiras VS Portuguesas.

      Vendo o Wikipedia, na pesquisa “Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2011”, tem uma relação de seleções e suas participações nas copas, onde diz que o Brasil participou de 6. Nesta pesquisa também mostra os estádios que serão usados nos jogos. Belos!

      Sobre o preconceito que vc falou de um grande patrocinador não investir no futebol feminino por esta modalidade ter um grande estigma, veja o caso do edimundo! Ele tem um grande estigma! Nem por isso foi discriminado. Pelo contrário! Apesar da atitude agressiva, estava ele lá em campo. Eu acho Mariellen que é a cultura do machismo mesmo (e lucro claro) que insiste em imperar nesse esporte, não apenas no Brasil – como se isso servisse de consolo. Por isso é tão dificil o futebol feminino ter visibilidade, principalmente respeito.
      Faltam 10 dias para a copa!
      tchal

    • phany 14:18 on 16/06/2011 Permalink | Responder

      Até que fim alguém falando sobre a copa do mundo de futebol feminino!!! Será que o resto do país sabe que existe um time de futebol feminino, e que vai ter uma copa esse ano? Nossa às vezes da certa raiva da CBF que não da o merecido apoio a nossa seleção feminina.
      Eu vejo a enorme diferença relacionada ao futebol. Sendo uma ultima palavra colocada após futebol (feminino) que indica o tipo de visibilidade e apoio, que terá a jogo.
      Pois bem o Brasil não é o país do futebol? Não deveríamos então pensar apenas na partida e dar o mesmo tratamento. Eu vejo dizerem que o futebol masculino é muito disputado, muito difícil a luta dos meninos em categorias de base, tentando ser uma nova promessa, havendo por parte dos clubes um grande investimento.
      Mas e no caso do futebol feminino? Muitas meninas jogam por amor, por serem guerreiras. Estes dias eu estava vendo um jogo da seleção e vi que a formiga, uma jogadora de seleção brasileira estava sem um clube tendo como time a seleção brasileira. Um dos maiores descasos que já vi! Cadê a vontade dos clubes desse país? Que se dizem clubes de futebol, que parecem estar com os olhos voltados apenas para o lucro!
      E se esse é o foco, o futebol feminino pode gerar muitos lucros, pois o brasileiro é apaixonado por futebol. Só precisamos de uma maior visão e confiança de nossos dirigentes de futebol!
      O nosso amor pelo futebol apesar da luta que temos que travar contra o preconceito, tem a lutar contra a falta de visão que temos. E o mais importante é não desanimar apesar de recebermos essas migalhas. Porque eu sei tudo que essas meninas são capazes de jogar! As boleiras que são!!!
      Sorte para nossa seleção que está ai!!!!! Meninas vocês são as guerreiras desse país! Estamos junto com vocês até o fim. E um dia vamos conseguir maior divulgação para nosso futebol arte.
      Recado dedicado a CBF. De uma boleira que sabe a realidade do país do futebol =)

      • Menina da arquibancada 09:34 on 19/06/2011 Permalink | Responder

        Fany, compartilho desse sentimento com você. Muitas coisas precisam mudar (CBF, Federações, clubes…) para futebol feminino do nosso país ganhar aqui a projeção que merece – porque lá fora a seleção femina brasileira tem tanta moral quanto a masculina!! Mas sigo acreditando no talento das jogadoras e na perseverança da comissão técnica e de todos que trabalham pelo futebol feminino. E tento fazer minha parte, divulgando a modalidade aqui neste espaço. Fique à vontade de passar sempre por aqui para deixar seus comentários. Abs.

  • Menina da arquibancada 02:15 on 12/06/2011 Permalink | Responder
    Tags: , , seleção brasileira feminina,   

    Definida lista da seleção brasileira de futebol feminino para o Mundial 

    Por: Site O Globo

    RIO – Na noite da última sexta, Kleiton Lima, técnico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino, divulgou a lista final das 21 jogadoras, dentre as 25 que ele pré-convocou no último mês, que irão para a Alemanha defender o Brasil no Mundial de Futebol Feminino 2011. A viagem está prevista para o próximo dia 25. Antes de viajar para a Alemanha, as 21 jogadoras da Seleção disputarão um amistoso preparatório contra a Argentina, na próxima quinta, em Recife.

    A apresentação na Granja Comary ocorreu na última segunda. Da lista inicial, as quatro jogadoras cortadas foram Marina Toscano, Andreia Rosa, Daiane Rocha e Gabriela Zanotti. As três primeiras foram cortadas por opção técnica. Já Gabriela, não foi liberada pelo departamento médico da Seleção para a disputa do torneio.

    Das 21 jogadoras convocadas, apenas três não atuam no Brasil: Maurine Dorneles, Elaine Moura e a melhor do mundo Marta. Das 18 que atuam no Brasil, seis atuam no Santos, quatro no Bangu, duas no São José dos Campos e pela CBF e uma no Foz Cataratas, América-SP, Centro Olímpico e Vasco da Gama.

    O Mundial na Alemanha acontecerá entre os dias 26 de junho e 17 de julho. Na primeira fase, o Brasil está no grupo D, ao lado das seleções da Austrália, Noruega e Guiné Equatorial. A estreia acontecerá no dia 29 de junho, contra a Austrália, no Estádio Borussia-Park, na cidade alemã de Mönchengladbach.

    Confira abaixo a lista final das 21 convocadas:

    Goleiras:

    Andreia Suntaque (Santos)

    Thaís Picarte (Bangu)

    Bárbara Micheline (Foz Cataratas)

    Zagueiras:

    Aline Pellegrino (Santos)

    Daiane Menezes (São José dos Campos)

    Renata Costa (CBF)

    Erika dos Santos (Santos)

    Laterais:

    Roseane Aparecida (Bangu)

    Maurine Dorneles (New York Flash-EUA)

    Rosana Augusto (Centro Olímpico)

    Fabiana da Silva (Santos)

    Meias:

    Elaine Moura (Tyresöff-SUE)

    Ester dos Santos (Santos)

    Miraildes Maciel “Formiga” (CBF)

    Francielle Manoel (São José dos Campos)

    Beatriz Zaneratto (Bangu)

    Atacantes:

    Thaís Guedes (Bangu)

    Daniele Batista (Vasco da Gama)

    Cristiane de Souza (Santos)

    Marta Vieira (New York Flash-EUA)

    Grazielle Pinheiro (América-SP)

     
    • cleide 14:12 on 18/07/2011 Permalink | Responder

      a seleção jogou bem mas ta faltando uma jogadora de mais criatividade ali no meio pra armar as jogadas,,,eu podia ser convocada pois essa é minha função ja joguei campo e fui artilheira por varios campeonatos a maioria dos gols foram de falta e a maioria das jogadas saiam dos meus pes,,mas aqui onde moro não tem muitas oportunidades tem muito talento mas ñ oportunidades..queria eu poder jogar na seleção um dia…..hoje jogo só o futebol de salão porque é o unico que tem por aqui,e meu treinador de campo ja faleceu….

    • douglas 05:10 on 05/07/2011 Permalink | Responder

      porque a formiga e a renata c. sao da cbf,o que isso significa,elas estao sem clube? nossa ela sempre jogaram aqui no botucatu,porque sera que ela nao voltam pra ca?

      • Menina da arquibancada 16:59 on 05/07/2011 Permalink | Responder

        Exatamente, Douglas. As jogadoras listadas como CBF estão sem clube no momento… é a realidade do nosso futebol feminino, infelizmente.

        Formiga é uma veterana, grande jogadora. Renata poderia estar no auge da carreira. Mas falta apoio, patrocinio e especialmente vontade de incentivar nossas jogadoras.

    • André 11:54 on 13/06/2011 Permalink | Responder

      Oi Mariellen

      Lendo sobre o motivo das jogadoras alemãs posarem para um revista masculina, descobri que elas o fizeram para desmintir que jogadora de futebol seja masculinizada e nem deixa de ser sensual. Isso quando não são consideradas lésbicas! Quer dizer, quando não estão envolvidas em uma polêmica homoafetivas, são ditas como machinhas.

      O futebol chegou á tal ponto que é considerado um esporte masculino. Ridículo! Existe judocas e pujilistas que são esporte menos delicados, mas nem por isso deixam de serem mulheres.
      Quem levantou essa polêmica deve ter tentado comparar as jogadoras aos jogadores, e não assisitir um jogo de futebol.

      Infelizmente não deixa de ser mais um motivo para sermos pessimistas sobre o futuro dessa modalidade: só inventam polêmicas! Incentivo que é bom, nada.
      tchal

      • Menina da arquibancada 23:41 on 14/06/2011 Permalink | Responder

        André, este preconceito é talvez a maior dificuldade que o futebol feminino enfrente. Já ouvi, certa vez, de uma pessoa ligada ao futebol feminino de um grande clube que um patrocinador gostaria de investir em esportes olímpicos no clube. Quando ofereceram o futebol feminino o patrocinador recuou justificando que não associaria a marca a um esporte com este estigma. Lamentável!! De qualquer maneira, não acho que expor sexualmente as jogadoras (como fez a seleção alemã, o Santos e outras equipes) é a solução para desmistificar essa questão. O que deve ser exaltado – e patrocinado – é a capacidade técnica das jogadoras, o esporte, o bom futebol. Essas iniciativas de ensaios sensuais jogam o holofote no ponto errado do futebol feminino e reforça uma discussão sem sentido.

    • André 18:51 on 12/06/2011 Permalink | Responder

      Oi Mariellen
      Não foi convocada a lateral Simone Jatobá dessa vez. O Neto falava muito dela, mas ele é muito chato, principalmente quando diz que não precisa fazer gol. Como pode não é Mariellen, dizer que não precisa fazer gol?! Não só pela emoção de ver a rede estufando, mas principalmente por ser este o objetivo do futebol!

      Não sei qual foi o critério de escolha da equipe, mas ela deveria ter tido uma oportunidade de novo. A não ser é claro que a jogadora não tivesse interesse em participar dessa edição da copa.
      Seja como for, só o fato da seleção brasileira marcar presença em mais um copa ja é uma importante motivação. Boa sorte para elas!
      tchal

      • Menina da arquibancada 20:18 on 12/06/2011 Permalink | Responder

        André, não ouvi esse comentário do Neto… mas acontece de jogadores (as) com pouco aproveitamento de finalizações terem importância tática pro time. Enfim, não sei se foi esse o caso, não posso comentar.

        Sobre a convovação, acho realmente a Simone muito boa jogadora mas – salvo engano – ela teve uma lesão recente. Não sei se isso influenciou. De qualquer maneira, acho que as laterais convocadas são boas jogadoras. Maurine, para mim, é a nova grande revelação do futebol feminino brasileiro depois da Marta. Não estou comparando as duas, não tem como (a rainha é absoluta!!). Mas acho a Maurine num nível diferenciado e não à toa a Marta a levou para jogar nos EUA.

        • André 10:36 on 13/06/2011 Permalink

          Dessa lesão da jogadora eu não sabia. Bom motivo para não ser convocada. Ela não renderia o necessário.
          As jogadoras da Alemanha posaram para um revista masculina, seria uma forma delas chamarem ainda mais atenção para a modalidade? Se foi, acabou sendo apelativo. Apesar de eu não ter do que reclamar rsrsr. Muitas jogadoras são beldades. Tenho algumas fotos da copa de 2007 e do PAN.
          Eu gostaria de te conhecer pelo orkut ou facebook, se estiver a fim por favor entre em contato com meu email para tratarmos o assunto. Se não quiser tudo bem!
          tchal!

    • Carlos 02:56 on 12/06/2011 Permalink | Responder

      Essa do Vasco vai meter mtos gols.

c
Compose new post
j
Next post/Next comment
k
Previous post/Previous comment
r
Responder
e
Editar
o
Show/Hide comments
t
Go to top
l
Go to login
h
Show/Hide help
shift + esc
Cancelar
%d bloggers like this: